ATENÇÃO. A Offer não fecha pedido para fora do estado de São Paulo. Para maiores informações consulte-nos

Bem vindo a Offer.com.br

CACHAÇA SEBASTIANA CASTANHEIRA 500ML

Mais Imagens

CACHAÇA SEBASTIANA CASTANHEIRA 500ML
R$95,00

Disponível: Consulte a loja


Produtor: Sebastiana
País: Brasil
Região: Américo Brasiliense/SP

Envelhecimento: mínimo 1 ano
Madeira: Castanheira
Teor alcoólico: 40%


Volume: 500ml


Harmonização: Carnes brancas, frutos do mar, canapés de sabor suave, ovos de codorna, macadâmia, queijos brancos, conservas, babatas sauté, frutas como carambola, pêssego, melão e manga.


 


 

Descrição

Detalhes

SEBASTIANA CASTANHEIRA é uma cachaça envelhecida por no mínimo um ano em barris de castanheira, madeira nobre brasileira procedente de tanoarias legalizadas e fabricados com madeira certificada.
É uma cachaça bem elaborada. Assertiva na escolha da madeira, dourada e cristalina, intensa, com teor de 40% de volume alcoólico e com aromas característicos de noz, caramelo, chocolate e especiarias. 
Uma cachaça Premium que devido à sua complexidade, harmoniza muito bem com carnes de sabores acentuados, caças e queijos.


Envelhecidas em barris de Carvalho e Castanheira, as cachaças Sebastiana já acumulam 6 premiações internacionais, e chegam aos principais gourmet shops, bares e restaurantes da Capital e interior paulista.

Com 60 anos de tradição familiar e 6 premiações internacionais, o Alambique Santa Rufina entra oficialmente no mercado Super Premium de cachaça com a marca Sebastiana. Depois de quase 4 anos de tramitação em órgãos competentes para adequação de normas e procedimentos pertinentes à produção de destilados no Brasil, o alambique recebeu aprovação para a comercialização da Sebastiana Castanheira e da Sebastiana Carvalho.

As cachaças Sebastiana são reconhecidas com notável qualidade e requinte nos melhores concursos de destilados do mundo. Em julho deste ano, a Sebastiana Carvalho recebeu medalha de prata no International Spirits Challenge de Londres, a competição mais respeitada e influente entre os produtores de destilados que buscam reconhecimento internacional, enquanto a Sebastiana Castanheira recebeu medalha de prata no San Francisco World Spirits Competition em março deste ano.

O ISC – International Spirits Challenge está em seu 20º ano, e tem como princípio básico a avaliação de três áreas-chaves: Sabor, Design & Embalagem e Marketing. A competição tem apoio dos maiores produtores de destilados do mundo e está fundada em um processo de julgamento rigoroso e independente, que incentiva anualmente a manutenção do padrão internacional de qualidade e excelência do segmento. Em 2015 foram mais de 1.000 inscrições, de aproximadamente 70 países. 

Para Carlos Alberto Mattos, presidente do Alambique Santa Rufina, ganhar uma medalha no ISC é uma grande conquista, um reconhecimento imensurável. “É muito emocionante ter o seu espírito produtivo reconhecido em uma avaliação às cegas, perante meticuloso painel de juízes experientes.”

Em 2014, a Sebastiana Castanheira foi medalha de ouro no San Francisco World Spirits Competition e no New York World Wine & Spirits Competition, enquanto que a Sebastiana Carvalho recebeu medalha de prata no New York World Spirits e Wine & Spirits Competition e medalha de bronze no International Spirits Challenge de Londres.

Para os apreciadores de cachaça de qualidade, a Sebastiana já pode ser encontrada em algumas das principais gourmet shops da capital paulista, como Eataly, Empório Santa Maria e St Marché (unidades Itaim, Morumbi, Panamby, Mooca, Higienópolis, Alphaville, Chedid Jafet e Alto de Pinheiros) e também disponíveis em dose nas cartas de destilados e/ou drinks de bares e restaurantes como Cão Véio, Sal Gastronomia, Bar Baronesa e Empório Sagarana. No interior paulista, no Empório Santa Therezinha e Museu da Gula, de Ribeirão Preto e Campinas, e em outras cidades, como Analândia, Pirassununga, Jaboticabal, Leme, São João da Boa Vista e Araraquara, entre outras


SOBRE AS CACHAÇAS

Diz a lenda...
Na década de 60, a Fazenda Santa Rufina, localizada em Ibaté, cidade do interior do Estado de São Paulo, produzia uma cachaça tão boa que um de seus grandes apreciadores a comparava às pernas de uma bela moça que trabalhava no engenho, de nome Sebastiana. Por essa razão, inicialmente, a cachaça “danada de boa” foi batizada pela família Barros de Perna de Moça. Muito tempo se passou, e no intuito de resgatar mais de 60 anos de tradição, a segunda geração de produtores do Alambique Santa Rufina, lançou sua cachaça super premium com o nome de Sebastiana, também em homenagem à moça de belas pernas.

Informação Adicional

Informação Adicional

Country of Manufacture Brasil
Vinícola Não
Uvas Não
Tipo de Vinho Não
Black Weekend não
Comentários

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.